quarta-feira, 2 de outubro de 2019

Colocação Pronominal- exercícios



Apresento-lhes hoje um assunto que é frequente em concursos . Constitui-se também um tema bem complexo por razões de regras específicas, em se tratando de padrão formal da língua portuguesa.

Colocação pronominal


Os  pronomes oblíquos átonos( o, a, os, as, lhe, lhes, me, te, se, nos vos) podem ocupar três posições diferentes em relação ao verbo:
a)      Antes do verbo: ocorre a próclise - pronome proclítico: Ex.: Ninguém as convidaria para a festa.
b)       No meio do verbo: ocorre a mesóclise - pronome mesoclítico: Ex.: Arrepender-vos-eis agora mesmo.
c)       Depois do verbo: ocorre a ênclise - pronome enclítico: Ex.: Entreguem-me as correspondências.

CASOS ESPECÍFICOS
1-       PRÓCLISE –ocorre geralmente em orações em que haja antes do verbo:
a)       Palavra de sentido negativo :ninguém, nunca, nada, não, nenhum etc.) Nada me moveria daquele lugar.
b)       Conjunção subordinativa:  Quando o encontrei, minha vida floresceu.
c)       Advérbio:   Anteontem nos explicaram as medidas de prevenção contra a dengue.
ATENÇÃO: Caso haja uma pausa após o advérbio( marcada na escrita por vírgula), ocorrerá a ênclise:
   Anteontem, explicaram- nos as medidas de prevenção contra a dengue.
d)       Pronome indefinido: Alguém vos atenderá logo.
e)       Pronome relativo: O país que nos orgulharia vive em nossos sonhos.
f)         Orações optativas- expressam desejo: Que Deus o proteja.
g)       Orações iniciadas por palavras interrogativas e exclamativas: Quem te contou a novidade?/ Quanto me satisfaz essa alegria!
2-       ÊNCLISE-ocorre normalmente com:
a)       O verbo no início da frase: Perdoe-me, amor da minha vida.
b)       O verbo no imperativo afirmativo: Retire-se daqui!
c)       O verbo no gerúndio:  Fez o serviço caseiro, demonstrando-se bem insatisfeita com várias tarefas.
ATENÇÃO: Se o gerúndio vier precedido pela preposição EM, ocorrerá a próclise:
     Em se iniciando a época das chuvas, é preciso ter cuidado na pista.
d)       O verbo no infinitivo impessoal: Integrar-se ao mercado de trabalho é essencial hoje em dia.
ATENÇÃO: Se o verbo no infinitivo impessoal vier precedido de palavra atrativa, usa-se tanto a ênclise como a próclise:
   Gostaria de não visitá-los na sexta-feira. (ênclise) /Gostaria de não os visitar na sexta-feira. (próclise)

3-       MESÓCLISE – só pode ocorrer quando o verbo estiver no futuro do presente ou no futuro do pretérito do indicativo:
Inciar-se-ão as inscrições para o Concurso da Secretaria da Fazenda.
Contar-nos- ia suas maiores aventuras nesta cidade.

ATENÇÃO: Caso o verbo no futuro do presente ou futuro do pretérito do indicativo venha precedido por pronome pessoal do caso reto, ou de alguma palavra que exija a próclise, esta será usada prioritariamente:
Nós nos disporemos a ajudar a família carente.
Ninguém te ensinaria esta verdade: ser honesto.
Eu lhe perguntarei uma série de questões.

COLOCAÇÃO PRONOMINAL NAS LOCUÇÕES VERBAIS E NOS TEMPOS COMPOSTOS

1-       Nas locuções verbais onde o verbo principal está no infinitivo ou no gerúndio, o pronome oblíquo átono pode ser colocado, indiferentemente, depois do verbo auxiliar ou depois do verbo principal:
a)       Quero lhe dizer as minhas primeiras impressões sobre a cidade.
b)       Quero dizer-lhe as minhas primeiras impressões sobre a cidade.
c)       Ia-lhe dizendo as minhas primeiras impressões sobre a cidade.
d)       Ia dizendo-lhe as minhas primeiras impressões sobre a cidade.
2-       Caso haja ,antes da locução verbal, palavra que exija a próclise, o pronome oblíquo poderá ser colocado, indiferentemente, antes do verbo auxiliar, ou depois do verbo principal:
a)       Não lhe devo oferecer certos favores.
b)       Não devo oferecer- lhe certos favores.
c)       Alguém nos ia mostrando o caminho certo para a festa na chácara.
d)       Alguém ia mostrando -nos o caminho certo para a festa na chácara.
3-       Nos tempos compostos e nas locuções verbais em que o verbo principal está no particípio, a colocação dos pronomes oblíquos átonos será feita sempre em relação ao verbo auxiliar e nunca em relação ao particípio, podendo ocorrer a próclise, a mesóclise ou a ênclise , segundo as regras anteriores:
a)       Havia-nos ensinado muitas lições que ficaram em nossa memória.
b)       Jamais me tinha desentendido com os vizinhos.
c)       Ter-nos-íamos feito uma surpresa, se fosse possível.
d)       Sentira-se acolhida pelos diretores da empresa.
e)       Estava satisfeita, pois se sentira acolhida pelos diretores da empresa.
f)         Se não a acolherem, sentir-se-á insatisfeita no ambiente profissional.
4-       Nas locuções verbais e nos tempos compostos, quando se coloca o pronome oblíquo átono depois do verbo auxiliar, pode-se usar hífen ou não:
a)       Vou-te aguardar na porta principal da escola./Vou te aguardar na porta principal da escola.

                           EXERCÍCIOS

1-       Reescreva as frases abaixo, corrigindo-as ,se necessário: Após dar a resposta de cada frase, escolha o caso de colocação pronominal existente (próclise, ênclise ou  mesóclise)
a)       Sempre comentar-se-iam as notas que ela teve na última prova.
b)       Quem falou-te sobre o acidente na BR 150?
c)       Quanto custa-nos viajar para o exterior!
d)       Não comprar-te-ei as roupas que me pediu.
e)       Encorajar-nos-ia a dizer a verdade.
f)         Ali se cuida de crianças a partir de 3 meses.
g)       Não entendíamos a razão que levou-os aos crimes praticados.
h)       Nunca envolver-me-ão em confusão.
i)         Reprovariam-te os excessos ao conversar com algum desconhecido.
j)         Aqui, se ajustavam roupas femininas.
k)       Alguns apresentar-te-ão certos pares de sapatos.
l)         Que os ventos levem-no em paz.
m)     Teria contado-me  os últimos incidentes na família.
n)       Vim apresentar-te meus sentimentos.
o)       Nos acostumamos com as boas pessoas que ensinam-nos grandes feitos.
p)       Ninguém representava-o tão bem como o próprio filho.

 Assinale uma alternativa apenas:

1. (OMEC) Assinale a frase em que há pronome enclítico:
a) Far-me-ás um favor?
b) Nada te direi a respeito.
c) Convido-te para a festa.
d) Não me fales mais nisso.
e) Dir-se-ia uma incoerência.

2. (MACKENZIE) Assinale a alternativa que apresenta erro de colocação pronominal:
a)       Você não devia calar-se.
b)       Não lhe darei qualquer informação.
c)       O filho não o entendeu.
d)       Se apresentar-lhe os pêsames, faça-o discretamente.
e)       Ninguém quer aconselhá-lo.
3. (MED. SANTO ANDRÉ) Assinale a alternativa em que todos os pronomes pessoais estão colocados corretamente, segundo o uso clássico da língua portuguesa:
a)       Eu o vi, não lhe falei, darei-te o livro.
b)       Eu o vi, falei-lhe, nada lhe direi.
c)       Nada dir-lhe-ei, não o estimo, Deus ajude-nos.
d)       Deus nos ajude! Não quero te ofender, mas vai-te embora.
e)       Me dá o livro, que eu te devolvo assim que o ler.

4.Em que alternativa NÃO há erro na colocação do pronome?
a)       Preciso vê-lo, me disse o rapaz.
b)       Este é um trabalho que absorve-se muito.
c)       Far-se-á tudo para que se salvem.
d)       Não arrepender-se-ia de haver dito a verdade.
e)       Em pondo-se o sol os pássaros debandam.

5. O pronome pessoal oblíquo átono está bem colocado em um só dos períodos. Qual?
a)       Respeito todos me devem ! Respondeu-me ele, afetadamente.
b)       Segundo deliberou-se na sessão, espero que todos apresentem-se na hora conveniente .
c)       Os conselhos que dão-nos os pais, levamo-los em conta mais tarde.
d)       Amanhã contar-lhe-ei por que peripécias consegui não envolver-me.

6. Em O funcionário que se inscrever fará prova amanhã:

1. Ocorre próclise em função do pronome relativo
2. Deveria ocorrer ênclise
3. A mesóclise é impraticável
4. Tanto a ênclise quanto a próclise são aceitáveis

a)       Correta apenas a 1ª afirmativa
b)       Apenas a 2ª é correta
c)       São corretas a 1ª e a 3ª
d)       A 4ª é a única correta

7. O pronome está mal colocado em apenas um dos períodos. Identifique-o:

a) Finalmente entendemos que aquela não era a estante onde deveriam-se colocar cristais .
b) Ninguém nos falou, outrora, com tanta sinceridade .
c) Não se vá, custa-lhe ficar um pouco mais?
d) A mão que te estendemos é amiga.

8. Identifique nas frases a colocação pronominal, justificando-as.
a) "Vou-me embora pra Pasárgada..."
R.
b) Nunca me deram amor.
R.
c) Nem tudo se compra.
R. 
d) Consumir-se-á a vida toda em palavras.
R.
e) Recusou a proposta de emprego, fazendo-se de desentendida.
R.

9. Qual das alternativas a seguir não traz exemplo adequado de colocação pronominal?
a)       Me disseram que a vida acabaria cedo.
b)       Furta-se-á a dizer a verdade sobre os sapatos novos e caros.
c)       Digam-me uma coisa: é possível ser feliz?
d)       Ela quis comprar a vida, mas a vida não se compra.  
10. (CPS 2010) Considere o texto a seguir que nos informa sobre a continuidade do trabalho desempenhado por esses grupos.

Os alunos dessa sala, após os devidos esclarecimentos feitos pela professora, resolveram transformar o que estudaram em dicas ecopráticas e publicar essas dicas ecopráticas no portal da escola. Para isso, redigiram um manual explicativo e digitaram esse manual explicativo, acrescentando ilustrações dos próprios colegas.

A repetição dos termos, que estão em destaque no texto, pode ser evitada pelo emprego adequado dos pronomes.
Assinale a alternativa em que isso ocorre:
a)       publicar-lhes ... o digitaram
b)       publicar-lhes ... lhe digitaram
c)       publicá-las ... o digitaram
d)       publicar-las ... lhe digitaram
e)       publicá-las ... digitaram-o





terça-feira, 1 de outubro de 2019

Gabarito das atividades


Queridos alunos,

Vamos começar o mês de outubro, dando mais energia às nossas atividades.Para isso, começo com o gabarito da atividade: Funções Sintáticas dos Pronomes Relativos

EXERCÍCIOS

I-Dê a Função Sintática do Pronome Relativo  (sujeito, predicativo do sujeito, objeto direto, objeto indireto, complemento nominal, agente da passiva ,adjunto adnominal e adjunto adverbial):

01. Desapareceu a dor / de que tanto reclamava.(objeto indireto)
02. Comprei a casa / que você indicou. (objeto direto)
03. Poucos conhecem o artista / que sou. (predicativo do sujeito)
04. Estudamos os autores / que formam um dos grupos românticos. ( sujeito)
05. Não encontrei o livro / a que te referiste. (objeto indireto)
06. Recolha o material / que está sobre a mesa.(sujeito)
07. Ainda não vi o filme / a que você se refere.(objeto indireto)
08. Há pessoas / que sofrem pelos outros.(sujeito)
09. Encontrei o garoto / que você estava procurando.(objeto direto)
10. O motor trabalhava com a força / de que era capaz.(complemento nominal)
11. Você não é aquele / que parece ( predicativo do sujeito)
12. Não é este o lugar / a que eles se referem?(objeto indireto)
13. Quais são as frases / que você errou?(objeto direto)
14. Comprei o livro / que estava em liquidação.(sujeito)
15. A loja / em que comprei o vestido /estava em liquidação.(adjunto adverbial)
16. Devolveu os ingressos / que havia comprado.(objeto direto)
17. As pinturas / que faço/ me dão prazer.(objeto direto)
18. Gostei da roupa / que você comprou.(objeto direto)
19. O homem rico / que ele era, /hoje passa por dificuldades.(predicativo do sujeito)
20. Voltarei a ser a boa aluna / que eu era.(predicativo do sujeito)
21. O bandido / por quem fomos atacados/ fugiu.(agente da passiva)
22. O trecho / onde o chofer parou, /estava deserto.(adjunto adverbial)
23. O avião / em que nós viajamos/ fez escala em Recife.(adjunto adverbial)
24. Hoje reconheço a pessoa leal e amiga / que você se tornou.(predicativo do sujeito)
25. A máquina fotográfica / que nós compramos/ é japonesa.(objeto direto)
26. O apartamento / onde residia /está à venda.(adjunto adverbial)
27 Eu vi o rapaz / que era seu amigo.(sujeito)
28. Nós assistimos ao filme / que vocês perderam.(objeto direto)
29. Precisamos do documento / que o assessor encontrou.(objeto direto)
30. Roubaram a peça / que era rara no Brasil.(sujeito)
31. Eis os ingredientes / de que necessitamos.(objeto indireto)
32. Os funcionários / cujos crachás foram entregues /podem ir.(adjunto adnominal)
33. Esta é a casa / em que nasci.(adjunto adverbial)
34. O filme / a que fizeram referência/ foi premiado.(predicativo do sujeito)
35. Mal podia esconder a doença / que o consumia.(sujeito)
36. Este é o remédio / de que tenho necessidade.(predicativo do sujeito)
37. Você é o artista / que eu gostaria de ser.(predicativo do sujeito)
38. A cidade / em que moro/ é limpa.(adjunto adverbial)
39. Não conhecemos o aluno / que saiu (sujeito)

II. Dê a função sintática dos pronomes relativos nas frases a seguir.
a) Chovia muito no dia/ em que cheguei de viagem. (adjunto adverbial de tempo)
b) Ela é uma das poucas pessoas /em quem ele tem confiança.(objeto indireto)
c) É bastante moderna a estação de trem /onde desembarcamos.(adjunto adverbial de lugar)
d) Os alunos/ cujos trabalhos serão expostos no pátio /devem procurar o professor de artes.(adjunto adnominal)
e) Há, na vida, momentos/ em que devemos ter muita coragem.(adjunto adverbial de tempo)

III- Use um pronome relativo e junte as duas orações, formando um período composto. Depois, dê a função sintática do pronome relativo que você usou em cada caso.
a) Essas são as fotos. Preciso dessas fotos. 
Essas são as fotos de que eu preciso.
b) Esse homem quer falar com o delegado cujo  carro  foi roubado. 
Esse homem cujo  carro  foi roubado quer falar com o delegado .
c) A cidade atrai muitos turistas. Meu primo mora nessa cidade.
A cidade onde meu primo mora atrai muitos turistas. 
d) Vamos conversar com o professor. Esse professor vai aplicar o teste amanhã.
Vamos conversar com o professor que  vai aplicar o teste amanhã.
e) Não vi essas fotos polêmicas. Muita gente escreveu sobre essas fotos nos jornais.
 Não vi essas fotos polêmicas.que  muita gente escreveu  nos jornais.
IV- Complete com o pronome relativo QUEM antecedido da preposição adequada. Depois identifique a oração subordinada adjetiva.
a) Chame o rapaz com quem  o gerente está conversando.
b) Meu tio Roberto é uma pessoa a /por quem tenho muito respeito.
c) Ela não tem muitas amigas com quem possa conversar sobre isso.
d) Não conheço o homem a quem ele entregou o envelope.
e) O presidente é a pessoa de quem todos esperam uma resposta.
  
V- Leia esta frase e responda:

 "Conversei com a mãe do menino, que parecia feliz com o resultado do teste".
a)       A quem se refere o pronome relativo QUE nessa frase? Ao menino

b)       Se quiséssemos afirmar que a mãe estava feliz, que outro pronome relativo poderia ter sido utilizado para eliminar a ambiguidade? Reescreva a frase usando esse pronome.
 Conversei com a mãe do menino, a qual parecia feliz com o resultado do teste

Exercícios retirados da Gramática de Douglas Tufano.

PARTE II – Emprego e funções dos pronomes relativos

1. Assinale a frase em que se verifica uma transgressão ao registro culto e formal da língua no que se refere ao emprego do pronome relativo.

a) O resultado a que chegaram confirmou sua intuição.
b) O funcionário o qual me referi não tem nenhuma dose de carisma. (ao qual) " referir-se A"
c) Recebi o relatório de um gerente de cujo nome não me recordo.
d) São várias as reivindicações por que estão lutando os trabalhadores.
e) Os colegas de trabalho com quem não simpatizava foram excluídos do processo.

2.Abaixo foram feitas alterações na redação da oração adjetiva no final do período
 "É possível utilizar a política para acelerar a aquisição de direitos e o fim do déficit de reconhecimento que as atinge" (6º parágrafo).

Das alterações feitas, está INCORRETA quanto ao emprego do pronome relativo, de acordo com as normas da língua culta, a seguinte:

a) com que elas convivem. 
b) de que elas se envergonham.
c) cuja existência está encoberta pelo preconceito.
d) contra o qual elas tanto lutam.
e) onde se reduz o papel da mulher na sociedade.O pronome ONDE é usado para adjunto adverbial de lugar.

3.. Em relação à regência nominal ou verbal, qual a frase em que NÃO se emprega o pronome relativo precedido de preposição?

a) O físico de cuja frase sempre me recordo quebrou paradigmas com sua nova forma de pensar.
b) A conferência a que assistimos marcou o início de uma nova etapa em nossa vida.
c) Era impossível aceitar as provocações a que foram submetidos durante o discurso.
d) Os obstáculos que transpusemos ao longo da vida profissional nos ajudaram a atingirmos o sucesso.
e) As provações a que  estamos expostos são importantes para descobrirmos novas oportunidades
.
4.. As palavras destacadas na frase abaixo pertencem, respectivamente, as seguintes classes de palavras:

O material didático mais barato que existe na praça é o professor.

a) adjetivo; advérbio; adjetivo; conjunção; advérbio; e substantivo.
b) adjetivo; advérbio; adjetivo; pronome relativo; substantivo; e substantivo.
c) substantivo; advérbio; adjetivo; conjunção; substantivo; e substantivo.
d) adjetivo; conjunção; substantivo; pronome relativo; e advérbio.
e) adjetivo; advérbio; adjetivo; conjunção; substantivo e substantivo.

5. A respeito do emprego dos pronomes relativos, assinale a opção correta.

a) O pronome relativo “que” admite ser substituído por “o qual” e suas flexões de gênero e número.
b) O relativo “cujo” expressa lugar, motivo pelo qual aparece no texto ligado ao substantivo mapa na expressão "cujo mapa".
c) O pronome “cujo” é invariável, ou seja, não apresenta flexões de gênero e número.
d) O pronome relativo “quem”, assim como o relativo “que”, tanto pode referir-se a pessoas quanto a coisas em geral.
e) É correto colocar artigo após o pronome relativo “cujo” (cujo o mapa, por exemplo).


Colocação Pronominal- exercícios

Apresento-lhes hoje um assunto que é frequente em concursos . Constitui-se também um tema bem complexo por razões de regras específica...