quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

O fim do mundo e seus mistérios - Ivanildes Silva


Ao contrário do que se esperava, não houve fim do mundo em dezembro de 2012. Muitos ficaram perplexos ao verem os anúncios das profecias milenares irem ao chão, mas no fim, tudo foi entrando nos eixos.Outros já haviam recheado suas casas com tudo que lhes parecesse conforto e segurança, a fim de não passar rapidamente para o mundo de lá, de acordo pelas escrituras de Nostradamus e do calendário dos povos Maias. Vãos esforços. Em algumas cidadezinhas do interior, certos produtos de supermercado acabaram em poucas horas porque alguns se planejaram para o mundo acabar e com tudo em casa. Pessoas viajaram para determinado local, onde se diz que é o paraíso dos discos voadores e onde ocorre a aparição de seres extraterrestres. Parecemos, algumas vezes, pessoas sensatas, embora ingênuas, apesar dos pesares. Ficamos a ver navios e um pouco frustrados. Foram tantos os indícios de que realmente tudo se acabaria em 21 de dezembro de 2012!!

Por outro lado, essa história de fim de mundo também foi muito importante para a reflexão do ser humano e sua vida aqui. Muitos se apegaram mais às pessoas e viveram suas vidas como se fosse o último dia ao lado dos seus familiares. Outros reaprenderam a vivenciar melhor os bons frutos da convivência familiar e criaram mais fortes laços de amizade. O medo os levou a refletir melhor sobre o valor que se deve dar aos mínimos detalhes da natureza, por isso contemplavam melhor cada momento: pôr-do-sol, ondas do mar, grandeza do céu, as constelações no céu, brotar das plantas e flores, etc.

Quem sabe o boato do fim do mundo não simbolizou um alerta? Pode ser que tenha representado uma pausa para o homem entender mais sobre o milagre da vida e sua reflexão diante da morte iminente. Talvez ao acumular inúmeros itens de alimentação em suas casas, eles sobreviveriam ao caos. Mas poderíamos imaginar como sobreviver a uma grande catástrofe, ficando sozinhos no mundo. O que fazer diante de tal situação? Realmente é um mistério com o qual teremos que conviver. Realmente é um aprendizado do qual podemos extrair certas lições que nos acompanharão sempre.

Enfim, o mais importante é que ainda estamos aqui, vivinhos da silva, prontos para enfrentar mais uma jornada. Que saibamos, realmente, esperar dias melhores. Segundo as pesquisas para aqueles que acreditavam em fim de mundo, um ciclo se encerrou. Mas outros boatos virão e devemos aproveitar o máximo com aqueles a quem amamos e respeitamos ao longo de nossa existência- nossa família, nossos amigos. Aprendamos a valorizar as mínimas coisas que a vida nos oferece e vivamos felizes e esperançosos de que bons fluidos nos ajudarão a enfrentar mais um ano com muita garra e força de vontade.Façamos nossa parte ,pois o ano de 2013 nos espera de braços abertos.



Nenhum comentário: